Covid-19: Tecnologia e crédito nunca foram tão importantes para sua empresa. Veja como podemos ajudar.

Mundo RH: A urgência de mudanças na mentalidade dos gestores em 2020

10 Sep 2020
Em artigo publicado no Mundo RH, o Diretor Presidente da Solo Network, Audreyn Justus, fala sobre a necessidade dos gestores se reinventarem oferecendo suporte às equipes na nova rotina. Leia a seguir:

Audreyn_Justus-2-002

Segundo dados da pesquisa Pulso Empresa do IBGE, até a primeira quinzena de junho de 2020, 70% das empresas em funcionamento reportaram que a pandemia teve um efeito negativo sobre a empresa, e 63% indicaram dificuldades para fabricar produtos ou atender clientes. Com dados tão expressivos, é possível enxergar a dimensão dos desafios que os gestores estão enfrentando ao se reinventarem na busca por soluções para vencer essa grave crise.

Começando pelo distanciamento social, recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), que fez com que milhares de pessoas migrassem para o trabalho remoto. Algumas empresas já possuíam essa cultura, porém, outras mais conservadoras tiveram que se render de alguma forma para flexibilizar parte da equipe, ou todos os funcionários para trabalharem à distância.

Li também uma pesquisa interessante do Great Place to Work  (GPTW), realizada com 818 executivos, em que 68% relataram que a mudança de mindset da liderança é o foco da gestão de pessoas em 2020. Essas informações evidenciam ainda mais que as pessoas devem estar no centro da estratégia de negócio, e essa é a principal chave para a mudança na mentalidade dos gestores.

Vivemos momentos de mudanças significativas, mas podemos contar com a ajuda de ferramentas que impulsionem nossas hard skills, e de habilidades que destaquem as soft skills. Abaixo listei as habilidades que ajudaram os gestores da Solo Network, e que poderão te ajudar também nessa jornada.


Use a tecnologia ao seu favor

Algumas tendências de transformação digital ficaram mais evidentes recentemente, como a necessidade de segurança no acesso às redes públicas e privadas, a importância do antivírus, endpoints, backup na nuvem, e uma infraestrutura de trabalho virtual (VDI), que ofereça um gerenciamento simplificado. Já outras tendências chegaram como novidade para muitos gestores, e elas podem ser aproveitadas para a melhoria da comunicação e produtividade no dia a dia. Tratando-se de comunicação, notamos que os eventos ao vivo ganharam muito espaço nas redes sociais, e esse pode ser um meio poderoso para obter a atenção dos funcionários, clientes e parceiros.

Já existem ferramentas de negócios para lives, então aproveite e busque novas maneiras de conversar com seu público. Já em relação à produtividade, uma tendência que chegou para ficar na mentalidade tecnológica é o compartilhamento de arquivos e digitalização de assinaturas, facilitando o trabalho de coleta e aprovação de documentos importantes.

Ofereça todo o suporte necessário para a melhor adaptação da equipe à nova rotina

A presença do gestor é muito importante, mesmo que virtualmente. E fazer uso das videochamadas é uma excelente estratégia de aproximação, principalmente neste período em que tantas dúvidas e incertezas vêm à tona. O líder é quem deve direcionar a equipe, alinhando as expectativas e estabelecendo as metas e os prazos das atividades, por isso é fundamental fazer com que a equipe o sinta presente no dia a dia. Esse suporte cria um ambiente mais dinâmico e agradável, fazendo com que os funcionários se sintam empoderados e entendam o seu papel na organização, aumentando a sensação de pertencimento.

Um caminho que tem funcionado muito bem é a divisão da jornada de trabalho de 2 a 3 vezes por semana no escritório e os demais dias em home office, através desse equilíbrio as pessoas estão conseguindo conciliar melhor as atividades profissionais e pessoais.

Motivação é o impulso interno que leva à ação: provoque-o

Inteligência emocional é um requisito fundamental para gerenciar adversidades e diminuir a ansiedade, fatores que podem prejudicar a produtividade. Dessa forma, o líder precisa criar um ambiente de diálogo e confiança para que as pessoas se sintam acolhidas e compreendidas. Seja otimista, independente das dificuldades ou falhas, isso fará com que a equipe trabalhe muito mais motivada e entenda que este momento difícil é passageiro, e que com colaboração e uma equipe unida, é possível alcançar resultados surpreendentes.

É necessário comunicar ao invés de só informar

A criação de um canal de comunicação direto entre os funcionários e a diretoria (e entre os departamentos da empresa), possibilita o compartilhamento de insights, conhecimentos e experiências, além de manter a equipe bem informada e integrada. Esse alinhamento é fundamental, mas pode ter sido afetado com as mudanças na rotina de cada um. Uma excelente estratégia é comunicar os resultados e novidades da empresa (mesmo que sejam negativos), pois é neste momento que a empresa conseguirá buscar o apoio necessário se não estiver indo bem, caso contrário, poderá reconhecer o desempenho do time e apresentar quais serão os próximos passos. E lembre-se de reconhecer publicamente os responsáveis pelos bons resultados, seja em reuniões ou até mesmo em uma newsletter.

Disponibilize ajuda psicológica aos seus funcionários

A preocupação com a saúde mental atinge tanto os profissionais que estão em isolamento, quanto os que estão nas operações e não podem parar. Um caminho para oferecer apoio a quem desenvolveu ansiedade ou depressão neste momento de crise, é disponibilizar acesso à psicólogos e psiquiatras por teleatendimento. Use os serviços que muitos planos de saúde oferecem gratuitamente e proporcione esse cuidado para sua equipe.

Através dessas adaptações na comunicação com os diversos públicos e o melhor aproveitamento da tecnologia, certamente haverá uma mudança na mentalidade dos gestores.  Mas esse não é um caminho a ser trilhado de um dia para o outro, é uma construção, até que se torne uma cultura para gestores e funcionários.

Fonte: Mundo RH