Trump volta atrás e Huawei poderá negociar com companhias dos EUA

02 Jul 2019

16-huawei

Depois de anunciar o veto ao uso da tecnologia da Huawei e ZTE pelo governo do país, no último sábado (29) o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, volta atrás e determina que empresas estadunidenses poderão voltar a vender seus produtos e serviços para a companhia chinesa. A decisão foi feita após uma reunião de Trump com o presidente chinês, Xi Jinping, durante o encontro do G20 no Japão.

Tudo indica que a Huawei será removida da lista de empresas que são impedidas de comercializar com empresas dos EUA e, de acordo com Trump, novas reuniões decidirão como exatamente as companhias estadunidenses que negociarão com a segunda maior fabricante de smartphones e maior empresa de infraestrutura de telecomunicações no planeta.

Empresas como Google, ARM, Intel e Qualcomm poderão voltar a negociar com a Huawei. Desta forma, a fabricante chinesa terá acesso absoluto a todas as novidades do Android fornecidas para parceiras da Google, sem qualquer prejuízo na distribuição de atualizações.

A novidade gerou uma reação positiva por parte de representantes do governo chinês.

“Se os EUA fizerem o que estão dizendo, então, é claro que vemos isso com bons olhos”, declarou o ministro de relações exteriores da China Wang Xiaolong à Reuters.

Fontes: Sputnik News, Tecmundo
Imagem: Shutterstock